fbpx

Consegue distinguir as fases do stress?

by | Nov 1, 2018 | Exercício, Recursos Úteis

Segundo a Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), o stress é uma “tensão” da qual fazem parte todas as condições físicas e psicológicas que perturbam a tranquilidade do indivíduo. Evitar essa tensão é essencial, já que o stress é um dos fatores de risco dos problemas relacionados ao coração.

No entanto como pode evitar essa tensão sem saber que, realmente, a está a sentir? Conhecer as fases do stress pode ajudá-lo a perceber o momento de mudança e, dessa forma, evitá-lo.

Além das diferentes fases do stress, saiba como pode evitar este estado de tensão no seu dia-a-dia, através de dicas simples mas que irão fazer toda a diferença.

1ª fase – a fase do alarme

A primeira fase é o momento em que as regiões que se situam na parte inferior do cérebro enviam os sinais de alarme para o corpo. Este momento é o mecanismo de arranque para a libertação de substâncias químicas, como a adrenalina e o cortisol, que fazem o nosso corpo reagir ao perigo que se aproxima. Nesse momento entramos num estado de alerta.

2ª fase – resistência do corpo

Após o alarme, o corpo adapta-se às circunstâncias envolventes e recupera o estado normal.

Dependendo do organismo de cada pessoa, a fase pode ter uma duração mais curta ou mais longa, influenciando o tempo que o corpo demora a acalmar ou a alcançar a fase seguinte.

3ª fase – fase extenuante

Caso os níveis de stress atinjam este patamar, o grau é bastante elevado. Nesta fase do stress existe maior probabilidade de adoecer e o risco de ocorrência de acidentes cardiovasculares também é superior.

Sabendo as fases do stress, fique atento ao seu próprio corpo. Num momento de maior tensão, procure manter a calma e evite, ao máximo, alcançar a terceira fase.

Como prevenir o stress no dia-a-dia?

  • Identifique a origem do stress desde o primeiro momento

    Conhecendo as fases do stress, saberá quando entra na primeira fase. Nesse momento, identifique o motivo do stress, ou seja, quais as situações ou pessoas que desencadeiam o mesmo.

  • Partilhe o que sente com pessoas em quem confia

    Não guarde tudo para si. Caso tenha a tendência de guardar e controlar as suas tensões ou emoções, saiba que esse comportamento pode provocar danos físicos e psicológicos. Exteriorizar o que sente irá ajudar a promover a melhoria da sua saúde.

  • Diga não sempre que necessário

    Sempre que lhe for possível, e caso faça sentido para si, diga que não. Não vá contra aquilo que deseja e não se sobrecarregue com obrigações ou responsabilidades que podiam ser evitadas. Aprenda a dizer que não e evite essas situações de tensão.

  • Tenha uma alimentação saudável e uma prática regular de exercício

    Ter uma dieta equilibrada rica nos principais nutrientes que o seu corpo necessita irá ajudar a proteger o seu corpo e a mantê-lo mais forte para enfrentar momentos de stress. Produtos como as gorduras, o café, o álcool ou o tabaco, quando desfrutados em excesso, podem provocar o efeito contrário e deixá-lo num estado mais alerta.

    A prática regular de exercício físico também deve ser mantida, pois irá ajudar na regulação e produção de substâncias que irão promover o seu bem-estar. Pratique alguma atividade com regularidade.

  • Aprenda a relaxar e pratique todos os dias

    Prever situações de stress é praticamente impossível, portanto o melhor a fazer é prevenir-se através de uma prática regular de relaxamento. Relaxe de forma progressiva os seus músculos, como acontece na meditação, e esteja preparado para manter a calma num momento de tensão.

    Para terminar, saiba que o stress faz parte da vida de qualquer pessoa. O importante é a forma como cada um lida com esse momento de tensão e, acredite, lidar de forma relaxada irá prevenir muitos problemas futuros.